Pesquisa personalizada

sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

ONDE ESTÁ A MINHA HONRA?

... Deus questionou a Israel novamente através de Malaquias, o último profeta do Velho Testamento. Ele viveu no mesmo século do profeta Ageu, durante o período de restauração e clamou:

"O filho honra o pai, e o servo ao seu amo; se eu, pois, sou pai, onde está a minha honra? e se eu sou amo, onde está o temor de mim? diz o Senhor dos exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que temos nós desprezado o teu nome? Ofereceis sobre o meu altar pão profano, e dizeis: Em que te havemos profanado? Nisto que pensais, que a mesa do Senhor é desprezível. Pois quando ofereceis em sacrifício um animal cego, isso não é mau? E quando ofereceis o coxo ou o doente, isso não é mau? Ora apresenta-o ao teu governador; terá ele agrado em ti? ou aceitará ele a tua pessoa? diz o Senhor dos exércitos".
Malaquias 1: 6~8
Deus perguntou ao seu povo: "Vocês me chamam Senhor, mas onde está a minha honra e reverência?" Como Ele era desreipeitado? O povo retinha o que havia de melhor para si e Lhe dava o que era de segunda categoria.
Deus chamou as ações do povo de desreipeito e irreverência. para ajudar os isrelitas a verem seu erro mais claramente, Deus os desafiou a "Oferecer o que vocês me deram ao governador" isto é, chefe, ou qualquer líder, bem abaixo do nível de Rei do Universo! se a maioria de nós trabalhasse para o nosso patrão do modo como trabalhamos para Deus, nós seríamos despedido na primeira semana.
Vamos olhar o grau de honra que nós frequentemente damos a Deus. Nós chegamos à igreja com dez minutos de atraso. Nós nos sentamos e assistimos o culto, nunca levantamos um dedo para servir, criticando o tempo todo a liderança e aqueles que servem na igreja. nós mantemos uma vigilância constante e desconfiada sobre como o dinheiro tem sido gasto, embora nós raramente demos nosso próprio dízimo integralmente. Na pressa de comer, nós saímos antes do final do culto. Nós assistimos somente aos cultos regulares e ficamos frustrados quando somos convocados para reuniões especiais. se o clima está ruim, nós ficamos em casa para evitar mais atritos. se o clima está agradavél, nós ficamos em casa para desfrutá-lo. Se o nosso programa favorito passar na televisão, nós perdemos o culto para assisti-lo. Quanto tempo esse nível de desempenho durariam em um local de trabalho?
A maioria daqueles que trabalham nas igrejas ou ministérios estão sobrecarregados de trabalho porque somente alguns estão dispostos a dar seu tempo para levar a tremenda carga de trabalho envolvida no ministério. A maioria vem apenas para receber ou ser expectadores, mas nunca para dar ou servir. Assim, o pobre e o necessitado na congregação são negligenciados porque aqueles que possuem mais recursos estão ocupados demais com suas próprias vidas. Mas quando analisamos os verdadeiros motivos, todos estão ocupados em busca do seu próprio sucesso e são muito criticos em relação ao pastor, quando a necessidade do pobre não são supridas.
Este tipo de comportamento nada mais é do que irreverência diante do Senhor. A maioria de nós hoje trabalha duro por muitas horas para manter um padrão de vida. Mas nós ficamos aflitos se o culto no domingo passa meia hora além do tempo que nós achamos que deveria terminar. É preciso muito esforço para frequantarmos as reuniões de oração e nós reclamamos que não temos tempo para limentar e vestir os pobres.
A verdade é que é estressante. Muitos Pais nem mesmo passam tempo com suas próprias famílias, por quem eles trabalham arduamente par prover o sustento. Eles colocam suas famílias de lado e dizem: "É que eu amo vocês; vocês não podem ver que estou ocupado trabalhando para supri-los? Agora, deixem-me sozinho. Eu estou Cansado e não tenho tempo para vocês no Momento!"
Deus explica a pertubação deles: "Vocês esperaram muito, mas na verdade tiveram pouco; e quando levaram para casa esse pouco, eu o assoprei. Por quê?" - diz o Senhor dos Exércitos. "Por causa da minha casa que estg em ruínas, enquanto cada um de voc~es corre por causa da sua própria casa. Por isso a última chuva foi retida de sobre vocês e os frutos da colheita não vinheram." (Tradução Livre de Ageu 1: 9~10)
John Bevere
Transcrito do Luvro: O Temor do Senhor
Pág. 133, 134 e 135

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...