Pesquisa personalizada

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

QUE EVANGELHO É ESSE?????


JESUS DISSE:
“Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”, porém “a vida de um homem não consiste na abundância de bens que ele possui”; e tem mais: “vós não sois do mundo, como eu do mundo não sou”, portanto, “não temais aqueles que APENAS matam o corpo, e não podem matar a alma”, pois “todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá”. (Jo 10.10; Lc. 12.15; Jo 17.14; Mt 10.28; Jo 11.26)

PAULO CONCLUI:
“SE ESPERARMOS EM DEUS SÓ NESTA VIDA, SOMOS OS MAIS MISERÁVEIS DE TODOS OS HOMENS”. (1Co 15.19)


Estou um tanto “confuso” (para não dizer indignado) com esse evangelho que tem se propagado em nosso país. Só se fala em PROMESSAS, MILAGRES, BENÇÃOS, COLHEITA, CONQUISTA, PROSPERIDADE, RESTITUIÇÃO. Creio em um Deus Todo-Poderoso, que atua extraordinariamente, MAS PELO AMOR DE DEUS, QUE EVANGELHO É ESSE??!!

De antemão gostaria de dizer que: não é arrogância da minha parte, nem quero estabelecer juízo sobre ninguém, sobre nenhum grupo ou sobre nenhuma instituição. Acredito em um Deus que tem por essência o amor, e grande é sua misericórdia sobre todos. Se assim não o fosse, eu seria o primeiro há não estar aqui vos escrevendo, pois digo como disse Paulo: “Miserável homem que sou. Quem me livrará do corpo desta morte? Mas graças a Deus, por Jesus Cristo, nosso Senhor”.
TODAVIA, MINHA CONSCIÊNCIA CRISTÃ ME IMPULSIONA A PERGUNTAR: QUE EVANGELHO É ESSE, QUE NOS TOLHE O ENTENDIMENTO, MATERIALIZA A NOSSA FÉ, E REDUZ A GRANDEZA DA VIDA CRISTÃ??

A Cruz? “Ah, FOI o ponto máximo do cristianismo!” (é, mas parece que JÁ FOI.)
A salvação? “É uma bênção, porém já cremos nela! Já passamos! Agora, queremos um algo mais!”
A vida eterna? “Ah! Essa é pra DEPOIS!”
A esperança do arrebatamento? “Espera ai, que ainda tenho muito a fazer aqui!” (afinal, são TANTAS as PROMESSAS..., quem sabe não se cumprem com umas vinte encarnações).
Esse desvio de foco na propagação do evangelho, não ocorre uma vez só, é o tempo todo e todo o tempo! E não adianta dizer que: “A MINHA IGREJA NÃO! NÃO DEFENDEMOS ESSA TEOLOGIA DA PROSPERIDADE!” Nos últimos meses, tive a oportunidade de andar um pouco por diversas igrejas, verdade seja dita, ESTA COISA ESTÁ IMPREGNADA NO MEIO EVANGÉLICO! Está nos nossos hinos, nas nossas mensagens, e conseqüentemente na consciência cristã de muitos indivíduos.
Rádios evangélicas? Tenho que repetir: PELO AMOR DE DEUS!!! É claro, com algumas exceções. (Não de rádios, e sim, de programas. Algumas coisas sobrevivem, o resto é uma grande PORCA-GRAMAÇÃO). O que muito se vê são programas de igrejas que anunciam o evangelho do AQUI: “venha AQUI, porque AQUI você será abençoado!”, ou “vamos ouvir testemunhos de pessoas que vieram AQUI e AQUI foram transformadas: ‘Eh, eu saí lá dos cafundós do Judas, e vim AQUI, e AQUI Deus me abençoou’.” Muitas vezes nem sequer falam que foram transformados pelo encontro com Jesus, o que dizem é que “AQUI, na igreja tal, fui transformado.” MEU DEUS NÃO ESTÁ PRESO OU CONFINADO EM LUGAR ALGUM!!
Igrejas?? Muito critério e muito cuidado, a disputa pelo mercado está ENORME! QUEM DÁ MAIS?!! É! E aí tem que se transmitir o que dá IBOPE: bênçãos materiais ou manifestações extraordinárias. É uma louca corrida para atrair pessoas para igreja, e não para Cristo. Bem como, existe a ilusão de muitos que correm atrás dessas coisas. Digo isso sem nenhum preconceito ou julgamento, pois sei que existe muita gente boa tomada por essa onda.
Só um exemplo: fui a culto EVANGÉLICO, em uma igreja EVANGÉLICA, aparentemente o culto foi uma “BÊNÇÃO”, o louvor uma maravilha (eh, eh! com “ministração” e tudo); a mensagem coerente, eloqüente, “bíblica” e pentecostal; pessoas louvando, chorando, erguendo as mãos, falando em línguas, “NOSSA QUE MOVER PODEROSO!”, porém o “CRU” aqui, não sentiu nada. Por que? Porque em momento algum se falou na salvação, na vida eterna, nos céus. Foi o culto inteiro, nas mensagens e nos hinos: PROMESSAS, BENÇÃOS, VISÃO, PERSEVERANÇA.

PERSEVERANÇA:
Ah! PERSEVERANÇA! É o lado “educativo” de se falar em promessas. “CLARO! NEM TUDO É UM MAR DE ROSA!”, “NO MUNDO TEREIS AFLIÇÕES”, “TEM QUE SABER PASSAR PELO TESTE DO TEMPO! MAS, PERSEVERE! O LUGAR É AQUI!”. É eu sei (RRR$$$$$$$$$$$$$...), persevere que tá bom!
Em alguns lugares, é: “FICA NO LUGAR! NÃO SAIA DA BRECHA!” Até brincamos, mas a verdade é que adoramos isso. Por que? Porque FICA NO LUGAR, é geralmente acompanhado de alguma promessa, tem algo mais, algo bom!
De fato, temos que perseverar na fé, porém não se trata de uma mesa de negociações com DEUS. “É, nós fazemos, mas queremos algo em troca. É TOMA LÁ, DÁ CÁ!” (Por favor, assim NÃO! Não queira barganhar com Deus, pois “não há barganhas a fazer”.)
“NÃO, MAS ISSO É BÍBLICO!” É, porque ainda por cima, se pega exemplos bíblicos para se dizer que há fundamento para tantas bênçãos, se pega a soberania de Deus na história do povo de Israel e na vida de diversos Heróis da fé, e agora se tenta materializar a fé, se tenta trilhar um caminho para se alcançar a benção, o caminho a ser trilhado é CRISTO. Os relatos bíblicos nos são exemplo? Sim, nos são exemplos e nos ensinam muitas lições. Mas, por favor, viva a SUA experiência de fé. Fé que confia inteiramente na soberania de Deus, e as demais coisas são conseqüências, se vier, Glória a Deus! se não vier, GLÓRIA A DEUS! Os heróis da fé não se mostraram preocupados com os cumprimentos das promessas. Eles confiaram, e não precisou que nem um Pastor, nenhuma Pastora, nem um Bispo, ou nenhuma Bispa ficasse “ENCHENDO O SACO” deles o tempo todo, com essa apelação doentia: “PERSEVERE!”, “NÃO PERCA A VISÃO!”, “CUIDADO PARA NÃO TRANSFORMAR A BENÇÃO EM MALDIÇÃO!”, “TOME POSSE!”, “ONDE ENTRARMOS, VAMOS PROSPERAR!”, “VAMOS MARCHAR!”, “VAMOS CONQUISTAR!”, “VAMOS COLHER!”, “VAMOS SAQUEAR O INFERNO!”. (ISSO É A-P-E-L-A-Ç-Ã-O! E NÃO, FÉ!)

PROMESSAS e BÊNÇÃOS:
Desculpe-me a expressão, mas ESTOU DE SACO CHEIO DE TANTAS PROMESSAS! ESTOU ENXARCADO DE TANTA CHUVA DE BÊNÇAOS! Não tenho dúvidas de que Deus faz promessas, cumpri promessas, renova promessas, inclusive em nossos púlpitos, derrama as suas bênçãos sobre nós, faz coisas extraordinárias, mas isso não deve ser a essência do nosso culto, nem da nossa fé! Ser cristão não é ter uma Fé de Super-Herói, nem viver um Evangelho de auto-ajuda. Não se preocupe com promessa alguma. Talvez você já ouviu dizer: “se for de Deus se cumpre!” Porém, gostaria de reforçar, e “quem tiver ouvidos para ouvir ouça”: abra seu coração e confie, inteiramente, que: a vontade de Deus é SOBERANA E ABSOLUTA, suas promessas se cumprem, custe o que custar, haja o que houver. Portanto, não precisa você ficar correndo atrás de promessa alguma.
Com relação às bênçãos materiais, POR FAVOR: Ninguém me convence de que Jesus morreu para me dar um celular, um carro, um emprego ou uma casa, um casamento ou uma vida com saúde física. O que ele veio nos trazer é muito mais profundo e maravilhoso. Mas, infelizmente as coisas materiais têm motivado a fé de muitos.
Alguns, apesar de só falar em bênçãos e prosperidade, condenam a tal “teologia”, e em outras palavras estão dizem que “PAPAI DO CÉU, OU ‘NOEL’ (como queiram), SÓ DÁ PRESENTE A SERVOS OBEDIENTES, OU ‘MENINOS BONZINHOS’.” (BASTA CUMPRIR AS REGRINHAS DA RELIGIÃO PARA SERMOS ABENÇOADOS!).

MILAGRES e SINAIS:
“Igrejas de milagres”, “igrejas de curas”, “igrejas de prodígios e maravilhas”, essas são as que mais geram escândalos; isso é fato! Por outro lado, as que não possuem essas coisas de forma constante, são questionadas quanto a sua unção: “Ah, porque não há aquelas manifestações da igreja primitiva??” Oh, queridos, não se preocupem com essas coisas, descansem na soberania de Deus e se detenha na essência de sua revelação. Acho que a manifestação que mais falta em nosso meio é: a manifestação de amor ao próximo!
Antes que se fale. “AH! E OS INÚMEROS MILAGRES NO MINISTÉRIO DE JESUS?” Sim, os milagres que acompanharam Jesus, demonstraram o poder divino que Ele possuía, e, sobretudo, mostraram o seu amor, sua misericórdia, mas não é aí que se consuma a Sua obra. Grandes milagres Ele operou! Porém, encontramos uma Fé genuína daqueles que o procuravam, sim, eram problemas materiais, porém espiritualmente, sem nenhuma “capa de religião”, eles se entregavam a graça de Deus que estava em Cristo, e NESSES Jesus operava. Porém aos religiosos daquela época, Jesus respondeu, “uma geração má e adultera pede-me um sinal, porém nenhum sinal será dado, senão o do profeta Jonas...”.
SINAIS? Até os encantadores do Egito faziam, e hoje ainda existe quem os façam. AMOR e GRAÇA? Só em Cristo. CERTEZA, CONVICÇÃO E FÉ? Só em Cristo. É Ele quem torna plena toda a nossa existência, e nele nos desprendemos de todas as outras coisas.

TRÊS COISAS BÁSICAS:
1 - Não existe BÊNÇÃO maior do que a SALVAÇÃO de nossas almas, que nos foi dada, pela Graça de Deus, na cruz do calvário, por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor e Salvador! “PORQUE DEUS ESTAVA EM CRISTO RECONCILIANDO CONSIGO O MUNDO, NÃO IMPUTANDO AOS HOMENS AS SUAS INIQUIDADES.”2 - Não existe PROMESSA maior do que a VIDA ETERNA! “PORQUE DEUS AMOU O MUNDO DE UMA TAL MANEIRA, QUE DEU O SEU FILHO UNIGÊNITO PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRÊ NÃO PEREÇA, MAS TENHA A VIDA ETERNA". “E O TESTEMUNHO É ESTE: QUE DEUS NOS DEU A VIDA ETERNA”.
3 - Não existe ESPERANÇA maior do que a do ARREBATEMANTO! “PORQUE SE ESPERARMOS EM DEUS SÓ NESTA VIDA, SOMOS OS MAIS MISERÁVEIS DE TODOS OS HOMENS”, esta é a nossa esperança, que o Apocalipse de Deus se cumpra, não apenas no seu aspecto global, no mundo inteiro, mas em cada um de nós. Anteriormente, cheguei a me perguntar por que autores do novo testamento falavam tão enfaticamente do arrebatamento, se até meus dias já haviam se passado quase dois mil anos e nada. Agora entendo: está sempre foi a maior ESPERANÇA da igreja de Cristo. Infelizmente, hoje no meio evangélico existem tantas promessas, que parece até que a vida eterna será aqui!

RESTITUIÇÃO:
Não poderia esquecer-me de falar, na tal: RESTITUIÇÃO. (Mais uma vez, gostaria de enfocar que: tanto o que vou falar como o que já falei, não é condenando, ou dizendo que o hino A ou B não presta, que o Grupo C ou D não é de Deus, ou que a igreja E ou F não serve, ou que neles de modo nenhum Deus pode operar! Deus é livre e absoluto, faz como quer, quando quer, onde quer e com quem quer! No entanto, não me queira empurrar esse “evangelho-zinho” desgraçado e materialista). Voltando ao assunto da RESTITUIÇÃO, digo que: alguns hinos, sinceramente, eu gostava. Como é o caso daquele que fala “restitui traga de volta o que é meu...”; porém, parei para ver o que estava cantando e o que estava sendo cantado por aí, e após uma analisada, acabei dando menos valor a esse e a outros tantos que temos no meio evangélico, pois na verdade, não existe só ele, temos um bocado com estilos parecidos. Vamos aos comentários.
1º – existe a tal onda do DECLARE! DECRETE! (resultados podem até se ter, mas isso não se parece com Fé, está mais para crendice ou pensamento positivo. A verdadeira Fé se entrega a soberania de Deus). Quem sou eu? Ou, quem é você? para determinar a Deus o que fazer? De fato, Ele nos deu autoridade para propagar o evangelho, mas não se trata de “poderes mágicos” para satisfazer os nossos desejos ou de terceiros.
2º – “traga de volta o que é meu”. O que é meu?? O que é teu?? O que foi que nós trouxemos ao nascer?? Essa eu deixo para JÓ responder: “NU SAI DO VENTRE DA MINHA MÃE E NU TORNAREI PARA LÁ, O SENHOR DEU O SENHOR TOMOU, BENDITO SEJA O NOME DO SENHOR!”
3º – “Ah! ESTÁ SE FALANDO DE RESTITUIÇÃO ESPIRITUAL!” Mas não é o que se vê! Sabemos muito bem, que está sendo cantado em outro sentido. E afinal “restitui a nossa vida, assim como foi na vida de Jó”. Qual foi a restituição espiritual na vida de Jó? Sim, ele teve uma maior experiência com Deus, porém ele permaneceu firme em sua Fé. Não precisou haver “restituição espiritual” nenhuma. Além do que, ele não estava preocupado com restituição alguma, pelo contrário ele afirmava “AINDA QUE ELE ME MATE, NELE EU ESPERAREI.”.
4º - Que tantos sonhos, tantos planos, tantas “coisinhas” são essas, que foram “roubadas”? Com toda liberdade e convicção: A MINHA FÉ EM CRISTO, NÃO TEM CAPETA QUE ROUBE! “Está consumado”, sim, posso aceitar ou negar, mas o fato é: que já “ESTÁ CONSUMADO”.
PROVAÇÕES:
Tudo é “provação”. Qualquer dificuldade material é “provação”. Tenta-se explicar meras circunstâncias da vida, que muitas vezes são conseqüências de más decisões que tomamos, como provações; e aí se culpa logo o diabo; “é o DIABO, mas Deus é maior e vai me dar vitória!!”
De fato, venceremos as provações, quando estivermos livres dessas preocupações, entregarmos as nossas vidas a vontade do Senhor, e acima de tudo entendermos que “TODAS AS COISAS (quer sejam boas ou más) cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”.

CONQUISTA:
Não há conquista maior do que afirmarmos: “POSSO TODAS AS COISAS NAQUELE QUE ME FORTALECE”, agora para se dizer isto, primeiro tem que se dizer: “SEI PASSAR POR FALTA, E SEI TAMBÉM TER ABUNDÂNCIA; EM TODAS AS COISAS ESTOU EXPERIMENTADO, TANTO EM TER FARTURA COMO EM PASSAR FOME; TANTO EM TER ABUNDÂNCIA COMO EM PADECER NECESSIDADE”; aí sim, “POSSO TODAS AS COISAS NAQUELE QUE ME FORTALECE” (Fl 4.12-13)

MORTE:
Não me deterei falando sobre saúde física, que também é um ponto de distorção nesse evangelho-zinho que temos por aí. Mas vou direto ao assunto da morte, que é mais profundo e nos gera a maior fobia de nossas vidas. Por favor, se ainda não se libertou deste temor, liberte-se, pois em Cristo já “passamos da morte para a vida”. Não há o que temer, “não temais aqueles que APENAS matam o corpo”, pois “Tragada foi a morte na vitória”.
Vejamos o exemplo de Sadraque, Mesaque e Abdenego, estavam prestes a morrer, a serem lançados na fornalha de fogo ardente. Se fossem alguns “evangélicos” de hoje, diriam: “Nós decretamos, em nome do Deus de Israel, que este fogo não terá poder sobre nós, e não morreremos assim!”, no entanto eles dizem: “o nosso Deus PODE (PODE! PODE!) nos livrar da tua mão, oh rei! Porém se Ele não nos livrar, nós não nos prostraremos”, em outras palavras “morreremos crendo nEle!”.
É um tal de “NÃO PODE ACABAR ASSIM!!!”. Então, o que dizer daqueles que foram martirizados??
É um tremendo medo de morrer, disfarçado da conversa “ah, eu sei que o céu é melhor, mas eu ainda tenho muito a fazer aqui.”, desculpe-me, MAS DEUS NÃO PRECISA DE VOCÊ PARA NADA! Nem ao menos para cuidar dos seus filhos, se assim os tiver; ou nem ao menos para anunciar a Palavra, porque para isso, ele usa até uma jumenta se for preciso, além do que, coerentemente, o salmista escreve: “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há fala, não há palavras, deles não se ouvem só algum. No entanto, em toda a Terra se faz ouvir a sua voz e suas palavras até os confins do mundo.” É Deus falando sem palavras, porém com Palavras, porque de fato, tudo o que existe, veio a existir através do poder da sua Palavra, “e tudo vem dEle, e sem Ele nada do que foi feito se fez”. Sim! a pregação do evangelho é responsabilidade nossa (e privilégio), Ele atribuiu aos homens essa missão, porém isso não quer dizer que somos o único canal, ou que Ele depende de nós para isso. Absolutamente, NÃO! SOMOS NÓS QUE DEPENDEMOS DELE! Independente de estudos, “teologias”, conhecimentos da palavra, o que importa é aceitar a revelação de Deus! Independente de ser, ou não, um dos principais dos sacerdotes, o que importa é “NASCER DE NOVO”. NASCER PARA A VIDA!! Pois Jesus afirmou que: “TODO AQUELE QUE VIVE E CRÊ EM MIM NUNCA MORRERÁ.”


RESPONDENDO A PERGUNTA INICIAL:
Sem medo de errar, digo: o que nos está proposto em grande parte do meio evangélico é: UM CRISTIANISMO-zinho BARATO! UM EVANGELHO-zinho TERRENO! E UMA FÉ-zinha pequena, LIMITADA e MATERIALISTA!
VAMOS REFLETIR UM POUCO NO EVANGELHO QUE ESTAMOS VIVENDO.
VIVEMOS EM UMA DEMOCRACIA, TEMOS A LIBERDADE DE CULTUARMOS E FALARMOS DO EVANGELHO, MAS PELO AMOR DE DEUS, NÃO VAMOS PERDER O FOCO, NÃO VAMOS PERMITIR SER TOMADOS POR ESSA “ONDA” DE APEGO AS COISAS MATERIAIS E TERRENAS, POIS NÃO SOMOS DAQUI, ESTAMOS APENAS DE PASSAGEM POR AQUI.
A VERDADEIRA FÉ SE ENTREGA COMPLETAMENTE À GRAÇA DE DEUS QUE ESTÁ EM JESUS, E CONFIA PLENAMENTE NO DEUS ABSOLUTO E SOBERANO!
E É CLARO, AINDA EXISTEM PESSOAS E INSTITUIÇÕES SÉRIAS E COMPROMETIDAS COM O EVANGELHO. SÉRIAS! PERFEITAS? NÃO! PERFEIÇÃO É UMA PALAVRA ATÉ SIMPLES NO VOCABULÁRIO DE MUITOS, PORÉM, ATÉ HOJE SÓ ENCONTREI NELE, O AUTOR E O CONSUMADOR DA NOSSA FÉ!

ASSIM ESCREVO, PORQUE ASSIM CREIO!

DANILO LIMA. Recife-PE, em 22/12/2006. *Adaptado em 25/01/2007.

2 comentários:

MARCELA - A NOIVA disse...

Puxa,,
muito bom!!

Graça e Paz

Anônimo disse...

Ao Senhor a glória!Apenas gostaria que o irmão revisse a afirmativa tão erroneamente badalada de que "os anjos desejaram pregar o evangelho".É um equívoco.No demais comungamos o mesmo sentimento.Deus te abençõe!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...