Pesquisa personalizada

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Biólogo pede 'acordo de paz' entre ciência e religião


Ex-batista, americano Edward O. Wilson usa lirismo bíblico para falar da biodiversidade.Diante do desafio ambiental, diferenças precisam ser deixadas de lado, argumenta ele.

Em seu livro "A Criação - Como salvar a vida na Terra", que acaba de chegar ao Brasil, é uma lufada de ar fresco justamente por se contrapor a essa tendência. Para usar as palavras da liturgia católica, o biólogo Edward O. Wilson se imbuiu do espírito "que arranca o que divide". A ciência e a fé precisam urgentemente de uma trégua, diz ele -- e o preço do fracasso nessas negociações de paz pode ser a própria vida na Terra.
Escolheu usar sua familiaridade com o universo mental dos cristãos conservadores para convidá-los a assumir a defesa da biodiversidade da Terra -- uma responsabilidade moral que ecoa os primeiros e mais sagrados mandamentos divinos transmitidos no Gênesis.

O momento para isso não podia ser mais crítico. Uma confluência impressionante de dados científicos sugere que a humanidade está comandando a pior extinção em massa desde o meteoro que mandou os dinossauros para uma melhor há 65 milhões de anos.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...