Pesquisa personalizada

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Obedecer a Deus e ao governo



14 de Fevereiro de 2008 às 10:14:15

RÚSSIA - O pastor Yuri Semenyuk teve o culto de adoração da igreja pentecostal que preside interrompido, depois de uma advertência do promotor de Transdniester. Ele disse que por conta disso a congregação, que conta com 300 membros, foi forçada a se encontrar em pequenos grupos domésticos. O problema é que agora as autoridades começaram a implicar com os cultos realizados em residências privadas. Se a igreja desafiasse a proibição e continuasse se encontrando como uma grande congregação, o pastor Semenyuk suspeita que as autoridades tirariam o status legal da igreja. "Nós estamos tentando cumprir a lei", disse ele. "Nossa igreja passou a se encontrar em casas privadas e o promotor disse que isso não era permitido." O promotor insistiu que “não há perseguição". Transdniester habitualmente permite a atividade religiosa, mas dificilmente permite em lugares não aprovados pelo Estado. O pastor Yuri Semenyuk parou os serviços de adoração públicos da igreja Pentecostal dele após uma exigência do promotor Anatoli Guretsky. "Nós estamos tentando para cumprir a lei", disse ele. A deputada de Transdniester, Yekaterina Lysenko, insistiu que os direitos da igreja não estão sendo violados. "De nenhuma maneira é esta perseguição". “Um quarto na casa de Semenyuk estava sendo usado para serviços religiosos e isto não é permitido de acordo com o Código de Alojamento. Ele tem simplesmente que parar com essa violação. Ou registra de novo parte da casa para uso não-residencial ou aluga um edifício não-residencial em outro lugar", afirmou ela. Igreja ganhou reconhecimento em 1995 O pastor Semenyuk disse que a Igreja do Evangelho Pleno de Cristo Salvador ganhou o registro das autoridades do Transdinester em 1995. A comunidade se reúne em uma casa que ele “aluga” gratuitamente para a congregação. "Mas nós enfrentamos pressão constante das autoridades", reclama. "Isto tudo foi determinado de acordo com a lei”. Quando a Moldávia proclamou independência em 1990, o território do Transdniester fez o mesmo, mas não conseguiu o reconhecimento pela ONU e permaneceu independente, garantida por “forças de paz” russas. Sua absorção pela Romênia é uma alternativa, mesmo porque o povo e o idioma são praticamente os mesmos. O Transdniester tem sua própria Constituição, bandeira, moeda, Parlamento e hino, além de uma localização privilegiada numa área de transição protegida pelo rio Dniester e pela porosa divisa com a Ucrânia.



Relacionadas


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...