Pesquisa personalizada

domingo, 21 de setembro de 2008

O Efeito Dominó

Ao entendermos a Sociedade, vemos como é prejudicial ao todo que uma simples família esteja desajustada em seu meio.

Família por sua vez, é a unidade INDIVISÍVEL desta sociedade, podemos então dizer que a família está para a sociedade, assim como um tijolo está para um edifício ou uma célula está para um tecido, enfim, e família tem seu papel fundamental naquilo que conhecemos por equilíbrio ou convivência saudável entre membros de um grupo social. Podemos também dizer que uma família desajustada, é tão danoso para a nossa tão frágil sociedade, como o é o câncer para o corpo humano.

Segundo o Dicionário Aurélio, a definição sociológica para família é a seguinte: Comunidade constituída por um homem e uma mulher, unidos por laço matrimonial, e pelos filhos nascidos dessa união, ou: Unidade espiritual constituída pelas gerações descendentes de um mesmo tronco, e fundada, pois, na consangüinidade (Dicionário Aurélio 2005). Ainda considera-se família, aqueles adotados por homem e mulher; Segundo a psicanálise, é FUNDAMENTAL PARA MENTE DA CRIANÇA a figura Paterna e Materna (Masculina e Feminina), para que se desenvolva os complexos para ambos os sexos, a fim de que se controle futuras neuroses, e haja saúde mental no indivíduo que desenvolveu NA INFÂNCIA, a atração PELO SEXO OPOSTO (Complexo de Édipo e de Eléctra); ainda segundo Freud, o ser humano que não souber controlar esse complexo, sumariamente será vitima de Neurose terá dificuldade em assumir um relacionamento futuro, por não ter construído o seu referencial, terá dificuldade em definr seu par IDEAL.

Certa feita, um pesquisador fez uma experiência com patos; em época de procriação, trocou alguns ovos, colocou um ovo de um tipo diferente de Pato no ninho de um pato selvagem, quando o patinho (que não era da espécie selvagem) nasceu, a primeira imagem que fixou em sua mente, fora o de sua mãe adotiva, imagem que seguiria até certo momento de sua vida, e que serviria de referencial para sua escolha futura do seu cônjuge. O tempo passou, e o nosso "Patinho Estranho" cresceu, desenvolvendo a plumagem e 'corte nupcial' de sua espécie de
consangüinidade; este foi o grande problema deste cobaia. por não possuir a coloração (plumagem) e Corte de um pato selvagem, as fêmeas da "Espécie de sua mãe" não se interessavam por ele, a medida que as fêmeas consagüineas davam todo sinal de receptividade a sua corte e plumagem de acasalamento, porém ele não se interessava por elas, mas buscava em suas memórias residuais a imagem daquela que para ele era de fato sua mãe, porém as que assim possuiam semelhança com sua diva, não vianham nele sinal compreensivo ou atrativo para perpetuarem seus laços. podemos ainda adcionar a esta experiência, a Fábula de La Fontaine, um dos maiores fabulistas do mundo, sobre a gralha com penas de pavão, que narra a história de uma gralha frustrada com seu grupo de origem, e plumandeado-se de pavão, tentou ser incusa no seleto grupo, o que não conseguiu, sendo de tabela rejeitada pelas suas irmãs, as gralhas.

Tanto com a Experiência, como com a fábula, notamos que a aceitação do que se é, é a chave para o verdadeiro sucesso e harmonia consigo mesmo e com o mundo, porém, aprendemos também que, o meio em que nascemos, vivemos ou somos educados/orientados, regem fortes domínios sobre nosso entendimento, e atitudes, porém não muda o que somos nem como fomos constituídos, no fundo sempre seremos o que somos. Porém, a questão debruça-se sobre o fato que tudo isto mexe com a partícula menor de nossa estrutura social: a Família. Hoje, os políticos, os doutores, os filósofos, a mídia e até alguns religiosos, tentam passar por cima de diversas colunas que sustentam nosso sistema de convivência; Tentam aprovar um outro tipo de família que não estava escrito na vida humana. tentam por meios capciosos mostrar provas inexistentes, teorizam e IMPÕEM uma liberdade que pode ser interpretada como o que você quiser, menos que errônea. O que antes era desvio, hoje é escolha, o que antes era imoral, agora é legal, o que antes era Impossível, agora é possível.

Embora não tenha mais esperança na restauração moral deste mundo na atual conjuntura política e no atual sistema de governo e sociedades que regem os quatro cantos do planeta, fico a pensar cá com meus botões: O que será a pedofilia daqui a alguns anos? mais um tipo de diversidade? ou o que falar da Zoofilia? Imaginemos: Está uma mulher e um
Rottweiler a passear numa praça qualquer, porém aquele não é o seu cão de Guarda, é o seu namorado! Absurdo? Fanatismos? Não, Não! é simples possibilidade! Ou você acha que seus avós (ou pais) apesar de saberem a existência de homossexualismo, contavam com a possibilidade se vê o que se ver hoje? não filho! eles nem imaginavam um apoio governamental, Projetos de Lei e Medidas provisória em defesa do movimento! O Mesmo podemos dizer ao nosso respeito, que mesmo sabendo que existem pessoas por aí que adoram fazer sexo com animal, e tem forte atração por crianças (chamamos isso de parafilia), não acreditamos que futuramente haja um apoio institucional a favor do fato, nossos progenitores, da mesma forma pensavam, porém hoje, o impossível para eles está prestes a tornar-se realidade.

Posso ser considerado ignorante e até inocente por estar falando abertamente isso, porém quero deixar registrado para todo o mundo que ISSO NÃO É UMA IMPOSSIBILIDADE! Do jeito que as coisas andam, futuramente este texto pode ser considerado uma piada ou até um documento de comprovação de TABÚS ANTIGOS. Somos prisioneiros de nossos próprios olhos, acreditamos naquilo que vemos e nos aprsionamos em cadeias de projeções do que nos apresentam, porém, tudo que vemos não passam de sobras de uma verdade que está bem a nossa porta, e que se preferirmos acreditar nestas sombras poderemos estar preparando campo para algo mais tenebroso no futuro não muito distante do nosso.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...