Pesquisa personalizada

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Voz da Verdade versus Flintstones


Super Homem Fala de Jesus

Depois de lançar um DVD numa igreja trinitarista, sair em defesa de Silas Malafaia e seu jatinho particular, não é que o pessoal da Voz da Verdade decidiu inovar? Pois é, em seu último programa (01/05), os pastores José e Carlos Moisés surpreenderam a todos ao apresentar o "reality" trajados com os personagens do desenho animado Flintstones.

Para quem não conhece o desenho, os Flintstones foram criados na década de 60 pela dupla Hanna-Barbera e se passa na cidade de Bedrock, há mais ou menos 1.040.000 A.C. No enredo, Fred Flintstones (que ganha a vida como operador de dinossauro da Slaterock Gravel Company) mete-se em grandes encrencas com o seu fiel amigo Barney. Eles vivem na Idade das Pedras, mas parecem desfrutar de uma vida moderna. A única diferença é que tudo lá é feito de pedra, desde as casas até os veículos e demais utilitários.

Na encenação feita pelos pastores da Voz da Verdade, Carlos Moisés representou Fred (mais carrancudo, diga-se de passagem) e José Moisés como Barney. Vale lembrar que essa não foi a primeira vez que eles recorreram a personagens da Disney e Hollywood para divulgar seu unicismo barato. Em 06/06/2009 o pastor Carlos Moisés apareceu em cadeia nacional trajado de Super-Homem, quando estabeleceu um paralelo entre este personagem com a pessoa santa e imaculada de Jesus. Leia o que um muçulmano escreveu na época sobre isso.

"Na semana passada ao ligar a TV fui surpreendido por mais uma bizarrice neopentecostal do Ministério Voz da Verdade, que diga-se de passagem, deixou-me sem voz, e de verdade creio que não havia nem mesmo uma palavra.

Eis o que vemos no picadeiro que chamavam indevidamente de altar: um "pastor" fantasiado de Super Homem numa versão gospel. Achou demais? Calma, ainda não acabou. Para tornar ainda pior a situação e mais vexatória para os verdadeiros protestantes, o tal Pastor como uma vedete de cabaré ainda mostra a coxa para os telespectadores."

Como se não bastasse as peripécias de Silas Malafaia e Mordedock, o pessoal da Voz da Verdade desceu mais uma vez ao mais profundo do rídiculo para promover seu clubinho dos 2000. No programa, além de cassoar das irmãs pentecostais, fazer apologia da prosperidade, os pastores pareceram dar o primeiro sinal de descontentamento com as recentes criticas dirigidas a eles. Só espero agora ser convocado por seus advogados para uma conversa aos pés do juiz, o que não é muito difícil, dado que por duas vezes recebemos ameaças por telefone de levar o caso aos tribunais. Estamos à disposição.


Johnny T. Bernardo
do INPR Brasil


Fonte: Célio

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...