Pesquisa personalizada

sábado, 23 de junho de 2012

Você é Arminiano ou Calvinista?

Imagem



Palavras que Arminianos e Calvinistas Definem Diferentemente
Traduções Curtas: Palavras que Arminianos e Calvinistas Definem Diferentemente
Uma tradução curtinha, sobre o significado que algumas palavras podem ter em uma discussão sobre soteriologia.

por Kevin Jackson from WesleyanArminian


Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Arminianos e calvinistas definem alguns termos teológicos de maneiras diferentes. Isto tem a tendência de nos causar desentendimentos quando discutindo assuntos teológicos. Aqui estão algumas das palavras para as quais arminianos e calvinistas têm diferentes significados:

Decreto

Arminianos – Um plano de Deus estabelecendo parâmetros para a maneira que algo vai ocorrer. Por exemplo, Deus pode decretar para os humanos ter e tomar decisões.

Calvinistas – Um plano de Deus causando as coisas a ocorrer de uma maneira predeterminada.


Eleição

Arminianos – Deus escolheu Cristo. Aqueles que seguem Cristo se beneficiam de Sua eleição[1].

Calvinistas – Deus incondicionalmente escolheu certos indivíduos para serem salvos. Os escolhidos são eleitos.


Arminianos – Fé significa confiar em Deus. Por causa da graça atrativa de Deus, é possível a cada pessoa confiar em Deus

Calvinistas – Fé é uma habilidade que Deus dá aos eleitos mas não aos reprovados. Uma pessoa não pode confiar em Deus a não ser que Deus cause ela a fazer assim.

Presciência

Arminianos – Deus tem conhecimento passivo de nossas escolhas futuras.

Calvinistas – Deus pré-conhece o futuro porque Ele o tornou certo. Seu conhecimento é baseado em determinar aquilo que ocorrerá.

Livre Arbítrio

Arminianos – Livre arbítrio é a capacidade habilitada por Deus para realizar escolhas. Uma pessoa pode fazer uma coisa, ou ela pode escolher fazer alguma outra coisa.

Calvinistas – Livre arbítrio significa seguir o desejo mais forte. Quando uma pessoa toma uma decisão seus desejos mais fortes determinam o que ela faz.

Amor de Deus

Arminianos – Deus ama cada pessoa com um total infinito de amor, e deseja para cada pessoa seja salva e esteja em um relacionamento com Ele.

Calvinistas – Deus tem um tipo especial de amor pelos eleitos, que Ele não tem por todas as pessoas. Deus pode amar os reprovados em algum sentido, mas este não é um tipo de amor que os habilita a ser salvos.

Soberania

Arminianos – Deus como governante faz o que Ele quer fazer. Deus soberanamente cria e governa um mundo onde criaturas têm a habilidade de fazer escolhas.

Calvinistas – Deus como governante deterministicamente causa cada coisa que acontece. Se Deus não causou tudo em último caso, Ele não pode ser soberano.

O Mundo

Arminianos – O mundo é inclusivo de toda e cada pessoa que existiu ou mesmo virá a existir.

Calvinistas – O mundo é apenas os eleitos de todo o mundo, não todas as pessoas.

————————————–
Notas de Rodapé

1 – A visão descrita acima é chamada “eleição corporativa”. Alguns arminianos também creem em “eleição individual”. Nesta visão Deus elege aqueles que Ele pré-conhecia que creriam em Cristo.

Fonte: Credulo

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...