Pesquisa personalizada

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Um Soldado e o Soldado de Cristo

Imagem
Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.
E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros.
Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo.
Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.
E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente. 
2 Timóteo 2:1-5

As semelhanças entre um Soldado e o Soldado de Cristo acham-se no comportamento de fidelidade, subordinação e disciplina, entretanto, além de outras qualidades que possui o soldado de Cristo, que não é própria ao soldado comum, na qual destacamos a santidade, o ponto mais discordante entre essas duas classes distintas de guerreiros é o seu inimigo comum.

Enquanto o soldado comum pode possuir qualquer pessoa como inimiga, o Soldado de Cristo foca sua guerra contra três aspectos: O Diabo, A Carne e o Mundo; por isso é deveras importante que, os que assim foram alistados para essa guerra diferente, fortifiquem-se na graça que há em Cristo, a fim de agradá-lo (vv. 1, 4).

Seis passos, deve o Soldado de Cristo, antes de travar sua guerra, seguir criteriosamente:

  1. Fortificar-se em Cristo (vv.1)
  2. Aprender Com os que aprendem de Cristo (vv.2)
  3. Ensinar o que aprendeu a Homens que multipliquem seus ensinamentos (vv.2)
  4. Sofrer as aflições do Soldado de Cristo (vv.3)
  5. Não se Embaraçar com negócios desta vida para agradar a Deus(vv.4)
  6. Militar Legitimamente (vv.5)  

Enquanto a batalha do Soldado Comum é travada esporadicamente, o Soldado de Cristo, sofre constantemente Aflições por estar sem trégua combatendo seus três inimigos: O Diabo, A Carne e o Mundo. João, em sua primeira epístola afirmou:
Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

1 João 2:16-17  
Levando em consideração outra afirmação de João, onde apesar de "Sabemos que somos de Deus", porém, "todo o mundo está no maligno" (1 Jo 5: 19), podemos concluir que literalmente, o guerreiro de Deus está em um campo minado; 

Quem já assistiu filmes de guerra, sabe o que isso significa: Tropas inimigas para desfalcar tropas adversárias, vão montado minas enterradas em perímetros consideráveis de terrenos abertos, e o resultado disso, é uma verdadeira calamidade, com corpos mutilados, vidas ceifadas e mentes abaladas pelo horror da guerra. Este portanto é o terreno que se encontra o exército de Deus chamado Igreja: Em solo dominado pelo adversário voraz; o mundo descansa na maldade do inimigo de Deus e de seu povo, é é preciso que o Soldado de Cristo saiba muito bem de sua missão e da periculosidade que esta representa para sua vida;

Este ambiente hostil é travado durante toda a vida do Cristão, sem intervalos ou piedades. A luta travada dentro da mente e em seu exterior, exige deste Soldado Cristão a postura vigilante, além do compromisso de Aprender e ensinar sobre como se batalha legitimamente em Cristo, Sofrer as aflições do Soldado de Cristo, não envolver-se com o mundo e não esquecendo-se de fortificar-se em seu Senhor. Sem este critério não há coroamento da batalha, ou seja, o Soldado não vence sua luta e passa ao rol dos derrotados;

Lutar por Cristo e com Ele, não é lutar de qualquer Jeito, é lutar do jeito certo, como Cristo lutou, em honra ao Pai, confiando no seu Espírito, sabendo que hostes de anjos estariam a sua disposição para o consolar, amparar e guerrear ao seu lado; Ser soldado de Cristo é viver para agradar o seu Senhor, sabendo que a sua guerra é por salvar sua vida da perdição, seguindo a pura, perfeita e agradável vontade de Deus; É ter por inimigo os inimigos de Deus, é manter-se incontaminado num mundo distante de Deus, é viver em santidade, mesmo dentro de um corpo de Pecado.

Temos a nobre missão de representar nossa nação, que não é deste mundo, erguer a bandeira do Senhor nosso Deus e saquear o inferno com a palavra do Senhor; teremos como espólios almas sedentas por provar desta água que agora jorra de dentro de nós, que fora capaz de vencer a sagacidade da antiga serpente e trazer-lhes vida em meio as trevas.

Portanto, servir a Cristo, primeiramente nos coloca numa posição de guerra, onde temos que ser sóbrios e firmes no propósito daquele que nos alistou para a guerra! Ser Soldado de Cristo é superar o marasmo de uma vida sem propósito e viver arraigados nos propósitos do nosso Senhor, porque "nele vivemos, e nos movemos, e existimos; Pois somos também sua geração. Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém". (Atos 17: 28; Rm 11: 36)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...