Pesquisa personalizada

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Profetas, existem eles ainda hoje? - Parte II


http://blog.cancaonova.com/padreanderson/files/2009/10/elijah.jpg 

O que é um profeta
Ainda hoje o termo profeta é utilizado para designar pessoas que falam ou predizem o futuro, pessoas que possuem mensagens apocalípticas e escatológicas. Será que ser profeta é isso mesmo. Bem, É necessário recorrermos ao Antigo Testamento e analisarmos o termo no original para então entender o que realmente significa o termo profeta.
Existem basicamente três palavras mais comuns no Antigo Testamento para designar profeta, cada uma delas possui um sentido específico dentro do contexto ou texto, e somente a observância desses termos poderá trazer luz sobre muitas questões envolvendo o termo profeta em nossos dias.
Termo no Antigo Testamento (Hebraico)
a)      abn Nabi, Profeta (Proclamador das verdades de Deus)
b)      har - ra’ah, Vidente (Revela as coisas do ponto de vista de Deus)
c)      hzxchozeh, Vidente
Termo no Novo Testamento
1.      profhthv prophetes

Como podemos ver no Novo Testamento a palavra profeta não sofre variação como no Antigo Testamento. O termo mais usado para designar o profeta no Antigo Testamento é Nabi, esse termo ocorre cerca de 309 vezes somente no Antigo Testamento (Hebraico), logo nos dá uma oportunidade  de imaginarmos a importância desse ministério para o povo judeu. A primeira vez que a palavra profeta “Nabi” aparece na Bíblia é em Gênesis 20.7, Agora devolva a mulher ao marido dela. Ele é profeta e orará para que você não morra. Nesse texto O Senhor está repreendendo ao rei Abimeleque em um sonho sobre a suposta irmã de Abraão, Sara que era sua esposa e meia irmã. Dentro desse contexto não fica muito claro sobre o significado do termo profeta. Mas quando olhamos para o texto de Ex 7.1,2 encontramos a seguinte declaração: Então o Senhor Deus disse a Moisés: Vou fazer com que você seja como Deus para o rei; e Arão, o seu irmão, falará por você como profeta. Você dirá a Arão tudo o que eu mandar, e ele falará com o rei, pedindo que deixe os israelitas saírem da terra dele. Neste texto fica estabelecido que a função básica do profeta era falar por alguém ou emprestar a sua boca a alguém. O profeta deveria seguir exatamente o que seu Senhor lhe mandasse ou orientasse. Segundo Dt 18.20, o profeta que falasse o que o Senhor não lhe mandou e ou falasse em nome de outros deuses, esse profeta deveria ser morto. Essa orientação do Senhor dada a Moisés para que esse falasse ao povo denota a grande importância e responsabilidade que possuía um profeta do Senhor.
Vale a pena salientar que, durante a história de Israel algumas mulheres como : Miriã (Ex 15.20), Débora (Jz 4.4) e Hulda (2Rs 22.14), também fizeram parte do ministério profético na nação judaica. Mesmo sendo em um número infinitamente menor, essas mulheres, de alguma forma, tiveram sua importância na história do povo judeu.
A palavra Nabi não era uma exclusividade do povo judeu, portanto poderia também designar profetas pagãos, 1Rs 18.19 -  (VINE.249P). Segundo Éber M. Cesar no livro HGB – História e Geografia Bíblica, diz que o povo de Deus sempre esteve cercado de povos pagãos e que esses povos possuíam vários deuses que se utilizavam de seus “profetas” para orientá-los a cerca de sua vontade.
No que diz respeito ao termo usado no Novo Testamento (profhthv – prophetes), possui praticamente o mesmo significado, ou seja, prever acontecimentos futuros (At 11.27), trazer à luz acontecimentos passados (Jo 4.16-19), dentre outras atribuições. Por isso é importante analisarmos o contexto onde está inserida a palavra a fim de não cometermos erros de interpretação.

Um comentário:

Wilma Rejane disse...

Gregório, meu irmão!

Você é um dos ganhadores na promoção UBE! Dá uma olhadinha lá e me envia teu endereço para recebimento do prêmio, ok?

Em Cristo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...