Pesquisa personalizada

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Por força! será que no futuro usar-se-á a violência?

http://1.bp.blogspot.com/_hk_bJ9gji04/TCk2R-kWTwI/AAAAAAAAACI/I-kfaSM4m9Q/s640/12023813697rbhM3.jpg
Imagem
Li algo que à primeira vista parece inofensivo, porém vejo-o como proporcionador de implicações mais sérias, do tipo medieval, idade das trevas, Igreja-Estado, e por aí vai;

O que causou tamanha reflexão neste que ora vos escreve, é uma Lei aprovada pelos vereadores de Ibiúna (SP), que OBRIGA a leitura da Bíblia nas aberturas dos trabalhos da casa (Ver Link). Apesar do voto ter sido por unânimidade, acredito que a estatização do sagrado, não é o caminho certo para a melhoria espiritual de uma localidade. Segundo o Vereador autor do Projeto, O Problema da Cidade é espiritual, e esta medida vai melhorar as condições da cidade, pois os problemas dela, segundo o Vereador evangélico, é de ordem espiritual.
O Vereador Ismael Martins Pereira, do PRB (Partido Ligado a Universal de Edir Macedo), esqueceu de ler nesta Palavra, agora obrigatória, que o povo de Israel embora tivesse a incubencia de ler a Palavra Eterna todos os dias, em todas as oras, em todos os momentos, amarradas nas mãos ou testas (Filactérios), nos umbrais das portas (Mezuzá), suas vidas não refletiam  que alí estavam escrito; esta palavra também fora alvo de zelo dos Escribas e Farizeus, entretanto, camuflavam-se de misericórdia, mas o seu interior estava cheio de rapina. Estatizar em um governo Democrático uma Pseudo Teócracia, não muda, nemsurti efeito na vida do povo, haja vista termos presenciado este quadro quando da passagem do Governo Teocrático para o Monarquico, epsódio em que Saul  fora Eleito pelo Povo, consagrado por Deus,  porém sem vida respaldada na Palavra do Eterno, o Reino de Israel não desenvolveu como achava que iria crescer; ou se ao menos o nobre vereador olha-se para história, veria que a Igreja católica, com todos os seus séculos de poder, não elevou a moralidade, nem a espiritualidade do mundo que dominava, mas vergonhosamente, esta época ficou conhecida como época das trevas, pois em nome de trechos isolados e interpretações particulares das escrituras, fazia com que aberrações sociológicas fossem legalizadas, instituídas e aceitas como algo vindo direto do Trono de Deus.
Lembro quando trabahava na função de Digitador de Boletim Interno (Tipo de diário de uma Unidade Militar onde se publica assuntos de interesse daquele grupo), sempre no final era autoizado a inclusão de um pensamento reflexivo, algo que fizesse os ouvintes do Boletim diário pensar, analisar e reletir; certo dia, o Boletim Geral (Documento de origem hierarquico superior emitido pelo QG que normatiza os Boletins Internos e demais ações dentro de uma Corporação Militar), publica a Obrigatóriedade da inclusão de um novo item que seria a Mensagem Bíblica. O resultado é que, pessoas sem o Mínimo de noção do que esta escrito na Bíblia, colocavam sem critério trechos, versos e por vezes capítulos inteiros para serem lidos durante a parada matinal de cada unidade.
Aquela atitude, apesar de ser moralmente louvável, não trouxe uma esfera espiritual mais pura ouelevada, ao invés disso, funda-se um estado sem respeito pela Palavra orada, e consequentemente, toca-se um rebanho de dementes e surdos espirituais. Ler a Palavra de Deus, é uma pré-rogativa bíblica, contudo há ressalva:
“…tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido“.(Js 1:8)
Por outro Lado vemos exemplos de homens na Bíblia que ousavam pregar esta Palavra de Modo constante, em todo tempo, mas com um deta-lhe: Suas vidas refletiam tais Palavras. José, Davi, Paulo, só para citar alguns sem falar da Propria encarnação da Palavra: O Verbo – Cristo – que por Ela nasceu, viveu, sofreu e morreu! Esses três exemplos e o quarto que é digno de toda honra e glória!, Mudaram o mundo de sua época, alcançaram vidas e transformaram circunstâncias. O mundo de então só foi liberto da idade das trevas, quando Lutero bradou e decidiu viver como estava escrito: Pela fé! daí veio o iluminismo, renascentismo, onde o hmem se perdeu, pois não era aversão à Palavra que lhe traria liberdade, mas viver segundo esta Palavra é que verdadeiramente provariam da Liberdade.  
Lamento trazer a população de Ibiúna (SP), e principalmente ao mewu irmão em Cristo, Vereador Ismael Martins, que não é a Obrigatóriedade da Leitura da Palavra de Deus que irá mudar a  vossa realidade social, moral, ou espiritual. Não haverá mudança na vida dos dez vereadores que pensam estar dando um passo para o além, enquanto os Dez não ouvirem o que está sendo dito, Ibuína continuará fadada aos mesmos erros, defeitos e problemas de sempre, pois não praticar o que se ouve, é o mesmo de não ter ouvido nada.
Por fim, queremos solicitar ao Ilmº Vereador o bom senso de fazer a diferença, não ser mais um, mas ser o reflexo de Cristo – A Palavra de Deus ao homem – que não foi teórico, nem zelozo por cumprimento de leis, como fora Saulo, mas que assim como Paulo, diga: 

“A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas. Mas nem todos têm obedecido ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação? De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”

(Romanos 10:8~17)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...