Pesquisa personalizada

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Mezuzá e Filactérios

http://4.bp.blogspot.com/_i46i51r-ikw/SuiP7U4w9kI/AAAAAAAAEC8/F5XzmjloQ08/s400/pueta.jpg
Imagem
Leia-se: ...Vitoriosos através...

"Deus é Lindo"! - Esta era uma frase que li em um carro no intenso trânsito da Capital Pernambucana, de imediato falei para minha esposa: "O nome do Carro deve ser Deus".

Embora saibamos, que não só estes adesivos de carros, mas também as citações bíblicas penduradas nas portas das casas, em quadros, cadernos, etc, etc., sejam heranças da cultura judaica em nosso mundo cristão, o que me incomoda é que assim como os judeus caíram no erro da lateralidade, nós ocidentais totalmente incrementados de influências da cultura judaico-cristã, absorvemos não só a atitude de pendurar palavras sagradas em nossos bens, mas de igual modo negligenciarmos o que alí está escrito.


Estas frases que usamos como uma forma de 'Exaltação a Deus', é conhecida na cultura Judaica como Mezuzá (do hebraico מזוזה "umbral"), ordenada no Livro de Deuteronômio 6:4-9 e 11:13-21 (ler também Êxodo 13:1-10Êxodo 13:11-16). Os Judeus deveriam primeiramente "Amar o SENHOR Deus de todo o coração, e de toda a alma, e de todas as forças" (vv.5), isso porque "o SENHOR Deus é o único SENHOR" (vv4), Após a compreensão do Poder de Deus e submissão de Ama-lo acima de tudo (de tudo mesmo!), o Povo de Deus deveria guardar esta ordem NO CORAÇÃO (vv.6), e só então ENSINAR AOS FILHOS em todas as oportunidades (vv.7). Parece que o povo de Israel não compreendia a dimensão desta ordem, e por isso usavam ESTA PALAVRA, A PALAVRA DE DEUS, como meros medalhões de exibição de santidade e suposta comunhão com Deus.

É exatamente nos Versículos 8 e 9 que temos as seguintes ordens: Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas. Os adereços amarrados nas mãos e nas testas dos Judeus são conhecidos por filactérios (do grego fylaktérion, que significa basicamente "posto avançado", "fortificação" ou "protecção"; em hebraico תפילין, com raiz na palavra tefilá, significando "prece"), que os mais religiosos faziam questão de Alargar suas fitas a fim de exibirem-se diante da sociedade como religiosos rigorosos, para exaltação e glória própria e serem vistos pelos homens, o que fora duramente criticado por Cristo, no seu mais lindo discurso contra a hipocrisia religiosa dos fariseus em seu tempo (Mateus 23: 5~11). Deus quando deu esta ordem ao povo de Israel, a deu para que sua palavra estivesse constantemente no dia-a-dia de seus escolhidos, no andar, deitar, obras e pensamentos, no lar, na educação doméstica, enfim, estivesse dentro da vida do seu povo, porém ao invés disso, fizeram amuletos, medalhões, para o afastamento de Deus e executarem o desejo de serem admirados pelos homens.


O simples fato de pendurarmos em nossos bens trechos da Palavra do Senhor não irá nos fazer mais espirituais, ou conhecedores das bençãos de misericórdia derramados sobre nossas vidas, do mesmo modo, tais frases ou jargões evangélicos não irá nos colocar num grupo de religiosos malditos que irão para o inferno, de modo algum. Porém repetirmos erros ou inobservâncias de épocas passadas ou situações já observados, nos igualará aos sofredores das criticas divinas, e incorreremos aos mesmos juízos e erros destes por iguais atitudes inconsequentes. Que penduremos nossos Mezuzás, que usemos nossos filactérios, porém façamos tudo para que o Nome do Eterno e poderoso Deus venha ser lembrado em nosso dia-a-dia, que antes de Exibirmos suas santas palavras ao mundo, compreendamos o que as mesmas falam para nós, que nos deixemos transformar por estas palavras e Amemos o Deus que as pronunciou com todas as nossas forças, e não sejamos meros cabides de amuletos que para nada servirão para nosso Crescimento Espiritual.



2 comentários:

David disse...

Meu caro, ate posso concordar que as pessoas abusam disso, mas voce esta totalmente enganado sobre o uso dos judeus. Acredito que faltou pesquisa por sua parte. Maimonides escreve que eh proibido tratar a mezuza como um amuleto e a pessoa que assim trata a mezuza o faz errado, alem de deixar de cumprir o mandamento da unicidade de d-us. O mesmo com os filacterios, que exatamente serve para que o judeu posso, a cada dia, aproximar seu coracao e sua mente aos mandamentos divinos. Esses objetos sao mandamentos divinos e nao foram inventados.

J. B. Gregório Jr. disse...

Querido David,

Shalom!

O zelo dos Farizeus, que fora manifesta diante da helenização, tomou rumos desastrosos, tais rumos fora duramente criticado por Cristo, o Filho de Deus, Único e Primogenito, pelo qual somos ADOTADOS como co-herdeiros do Eterno - Que seu nome Venha ser adorado para sempre!- Lemos no Capitulo 23 de mateus uma dura crítica sobre o uso indevido destes artefatos (Mezuzá e Filactério), que os farizeus faziam sem o devido respeito ao "aproximar seu coracao e sua mente aos mandamentos divinos", como você bem ressaltou no seu comentário; Não considero meros amuletos nem malditos por eu uso - Quem sou eu para pormenorizar uma cultura, ainda mais quando esta é um mandamento divino?!?! - Mas acredito que o Coração do Pai das Luzes (Tiago 1:17) está mais interessado que deixemos estas palavras transborda em nosso viver, ao invés de apenas usálos como adornos - como é o caso que criticamos.

Louvado seja Deus pela Cultura Judaica, que nos trouxe o conhecimento de השם(HaShem - O Nome), pois estava no coração do Eterno que todo zelo dos escribas, massoretas e farizeus, no seu extremismo, conservassem a Santa Palavra para que esta estivesse inalterada nos nossos dias! Por isso Oramos por Israel e pedimos ao Bom Deus pelo seu descanso e conforto na terra prometida aos seus Pais - Abraão (no qual Somos Crentes em Deus!), Isaac e Jacob (O Patriarca Israel).

Portanto, Conforme está escrito na Torá de Moisés, servo do Senhor:

O SENHOR te abençoe e te guarde;

O SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;

O SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

Assim porão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei.

(Número 6: 24 ao 27)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...