Pesquisa personalizada

sábado, 12 de junho de 2010

Só um Comentário

http://3.bp.blogspot.com/_hU66Dbuk0_Q/SalSur8ZP2I/AAAAAAAAApA/nwth2x8Rfjg/s400/poster+-+verdade.jpg

Imagem


Nunca poderemos convence-los da verdade!

Os que afirmam que é impossível o seu convencimento sobre a inerrância Bíblica, realmente não possuímos as qualidades necessárias para o seu convencimento, pois isto é obra do Espírito Santo, que é o espírito da verdade mandado por Cristo, para convencer-nos da Justiça, do Pecado e do Juízo!

Entretanto, afirmamos que o Texto Bíblico não se contradiz, pois fomos convencidos por este Ser, que é o Próprio Deus trabalhando em nossa mente, através da pessoa do Espírito Santo.

Detínhamos dúvidas e “convicções” de que o texto Bíblico era contraditório, e o pior, essas “convicções" deram-se no momento em que estávamos no meio da nossa caminhada cristã; em constante oração e desejo sincero buscamos ao Senhor, e este nos foi orientando a conhecer melhor sua palavra. Vocês sabiam que existem escolas de interpretação da Bíblia? desde os tempos apostólicos, duas escolas dominavam o que entendemos por interpretação Bíblica, a Escola de Antioquia e a Escola de Alexandria. Existiam outras escolas de interpretação, como é o exemplo dos Gnósticos, porém os Apóstolos, principalmente João, combateram ferrenhamente.

Entre as duas escolas dominantes, existiam características bem peculiares; A Escola de Alexandria acreditava que o que estava escrito, na realidade possuía uma interpretação subjetiva, como se a mensagem lida estivesse codificada, e possuísse um segundo sentido no texto, a de Antioquia porém, considerava três aspectos: Histórico, Linguístico e Cultural; Nesta escola para se interpretar o texto sagrado precisaria se considerar tais aspecto, forçando ao seu interprete “ir” até a história, cultura e o aspecto linguístico do povo a quem se escreveu e do seu amanuense, autor do livro escrito. O Desconhecimento de tais “Abismos” traria uma interpretação equivocada das escrituras.

Hoje, depois de mais de uma década estudando este Livro que consideramos o maior de todos os tempos e o único que pode ser tido por Palavra de Deus, vejo sua inerrância, pois ao Lê-lo não posso querer enxerga-lo com os olhos do século XXI, pelo contrário, tenho que respeitar suas peculiaridades e além disso Dependemos todos do Espírito Santo para sermos Guiados na verdadeira compreensão do que está escrito.

Temos atualmente uma matéria Chamada Hermenêutica, esta cuida dos ditames de uma boa interpretação de Textos, essa matéria é muito importante na compreensão do que realmente lemos. Sem associação, podemos afirmar que o Brasil possui muitos analfabetos funcionais, ou seja, são pessoas alfabetizadas que não entendem o que lê. Isso é uma tristeza, pois a nossa cultura permeia a sustentabilidade disto. O incentivo a Boa Leitura é muito fraco no Brasil, e isto propicia afirmações equivocadas sobre alguns Livros, como é o exemplo da Bíblia.

Comprei a dois dias um Livro que acredito ser muito bom para todos lerem, o Nome do Livro é Jesus, do Autor Tim LaHaye (O mesmo que escreveu a série deixados para traz), editora Thomas Nelson, é um livro maravilhoso e acredito que vai mostrar que a Bíblia é muito mais confiável do que todos os escritos antigos que conhecemos (sua veracidade e comprobabilidade é maior que os escritos dos filósofos gregos!).

Vamos deixar uma relação de Livros que podem ajudar a compreender a verdade e o valor do Texto Bíblico, esperamos que considerem e se puder, adquira-os, pois servirão para tirar as dúvidas e dar o conhecimento para a vida Eterna:

>Interpretação Bíblica
Roy B. Zuck, Ed. Vida Nova

>Entendes o que lês?
Gordon D. Fee e Douglas Stuart, Ed. Vida Nova

>Hermenêutica Avançada
Henrry Virkler, Ed. Vida

>E a Bíblia tinha Razão
Werner Keller, Ed. Melhoramentos

>Manual Popular De dúvidas, enigmas e contradições da Bíblia
Norman Geisler, Ed. Mundo Cristão.

>A Espiral Hermenêutica
Grant R. Osborne, Ed. Vida Nova.

No mais, sugiro que, antes de falar conheça.

“Quem nunca senta para aprender, nunca deve levantar-se para ensinar”.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...