Pesquisa personalizada

domingo, 24 de outubro de 2010

Quando a resposta de Deus demora




As vezes Deus não atende nossos pedidos de imediato. Depois de um tempo começamos a sentir o que sentiu o salmista quando disse: "Até quando, Senhor? Me esquecerás para sempre?"

A percepção do ser humano projeta perguntas que a mente não pode responder. Porém isso não significa que não existam respostas válidas. A não ser que Deus escolha nos explicar seu comportamento, o que Ele não costuma fazer, pois seus motivos e propósitos estão fora do alcance de nós os seres mortais.

Depois de anos recebendo continuamente resposta à nossas orações, pode ser que o Senhor escolha não atender um pedido que cremos que é de importância vital. Esta é uma experiência muito comum na jornada cristã.

Por que você supõe que Deus muitas vezes retarda suas respostas ou nega nossos pedidos? Acredito que a resposta é a seguinte: quando Deus esconde sua mão quer que voltemos nossa atenção para seu coração. Em outras palavras, quer que aprendamos mais sobre sua bondade e seu amor, e que confiemos que Ele fará o que é melhor.

Porque aqueles que se encontram em crise não "sentem" a presença de Deus, não podem crer que Ele se interesse por eles. Como os fatos não têm sentido, estão convictos de que não existe uma explicação razoável. Suas orações não produzem nenhum alívio imediato, então supõem que Deus não as ouve. Mas estão equivocados. O Senhor sempre está trabalhando à seu modo especial, inclusive quando nossas orações parecem ressoar num universo vazio.

O evangelho de João nos diz que duas irmãs, Maria e Marta, chamaram Jesus porque seu irmão Lázaro estava muito doente. O Senhor se atrasou e Lázaro morreu. Contudo, quando Jesus finalmente foi, deu-lhes uma nova perspectiva de seu amor e seu poder.

Você já se deu conta de que Jesus costuma aparecer uns quatro dias depois, exatamente como fez antes de levantar Lázaro dos mortos? No nosso caso, se Ele tivesse chegado a tempo, poderíamos ter evitado muito estresse que experimentamos em sua ausência. Apesar disso, é importante que compreendamos que Ele nunca chega tarde realmente. Simplesmente o horário no qual Ele age é diferente do nosso.

Quando Jesus chamou Lázaro para que saísse da tumba, Ele não estava atrasado. Chegou no momento preciso, ou seja, que era necessário para cumprir com o propósito de Deus, exatamente como sempre faz.

Nunca imagine que o silêncio de Cristo, ou sua aparente inatividade, é evidência de sua falta de interesse. O tempo no qual Cristo age é perfeito, ainda quando pareça estar desastrosamente atrasado. As vezes Ele pode ser angustiosamente lento para resolver os problemas para os quais chamamos sua atenção. Mas Ele nunca para de trabalhar.

Durante seis horas Jesus esteve observando os discípulos lutando com um forte vento contrário antes de ir ajudá-los. Ele esteve vendo-os e teve cuidado deles toda a noite. É evidente que permitiu-lhe experimentar a necessidade que tinham, antes de ir resgatá-los.

Às vezes Deus permite que você e eu lutemos até que nos demos conta da necessidade que temos dEle. Ao fazer isto, ele dá uma oportunidade a nossa fé de crescer e amadurecer.

Podemos estar certos de uma coisa: Ele sempre está nos vendo. Quando seus propósitos se cumprirem, e que seja o momento apropriado, Ele acalmará o tempestuoso mar e nos guiará à distante beira-mar.

É verdade que nem sempre o Senhor resolve nossos problemas instantaneamente, e que às vezes nos permite andar pelo vale da sombra da morte. Mas Ele está conosco ainda nos momentos mais sombrios de nossas vidas, e jamais poderemos escapar de seu infinito amor.

Peço a pessoa que se sente aflita, cujo coração está quebrantado, e que se sente desesperada para escutar uma palavra de estímulo, que permita-me garantir que você pode confiar no Senhor dos céus e da terra.

É importante que você saiba que não está só. A dor e o desalento que sente, que poderia levá-lo(a) a perguntar: "Por que tem que acontecer isto comigo?", não é exclusividade sua.

Se Deus está atrasando a resposta a um pedido que é muito importante para você, seja paciente. Continue pedindo e crendo. Pode ser que Ele queira que você veja seu coração e que obtenha uma nova perspectiva de sua sabedoria e amor.

Mesmo que centenas de versículos da Bíblia nos digam que Deus escuta e responde as orações, é importante que reconheçamos que a maioria de nós já observamos que Ele não faz todas as coisas que lhe pedimos, como nós gostaríamos.

Deus te abençoe!

Autor desconhecido.

Adaptação do espanhol para o português: Núbia Medeiros

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...