Pesquisa personalizada

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Não era tempo de Figos


Cristo procurou uma figueira, precisando dela para suprir sua necessidade. Ele teve fome! 
Não era tempo de figos, porém havia uma urgência de Deus a ser atendida, e ele havia escolhido justamente aquela figueira que não estava em tempo de produzir seus frutos;  
A Figueira estava esperando o tempo mais conveniente, o certo, o de seu costume para produzir. Mas não era isso que o Criador esperava de sua criatura! Ele foi a sua procura, investigou e não se agradou do que encontrou: Galhos cheios de folhas, vistosos, mas vazios dos frutos que desejava colher!
As vezes somos feito essa figueira, estamos no lugar que Deus nos colocou, sabemos esperar o tempo para frutificar (o nosso tempo), mas não estamos prontos para atender a urgência de Deus!
Precisamos produzir bons frutos, a fim de agradar a Deus, segundo o tempo e vontade dEle! 
Nosso tempo não corresponde ao tempo de Deus, porém Ele muda os tempos e as estações (Dn 2: 21 ao 22), precisamos estar prontos para o tempo estabelecido pelo nosso Senhor, pois Ele nos procura (Mc 11: 13), Ele conta conosco! Não contrarie o Deus de Amor, considere a bondade e a severidade do nosso Criador (Rm 11:22).

Ele sabia que não era o tempo dos frutos, mas ele queria frutos. Deus transformou a inutilidade daquela figueira em sua única herança (vv. 13~14); não aguardemos o nosso tempo, estejamos atentos à vontade   do Senhor e estejamos prontos para atende-la, em tempo e fora de tempo! (II Tm 4:2).

Deus é bom, porém é severo! Ele nos entende, mas sua vontade deve ser nosso objetivo. Que sejamos abençoados por sua bondade mediante nossa obediência, do contrário seremos também condenados como aquela figueira, cortados do Plano de Deus e do nosso tempo (Mc 11:14, 20~21).

Deus vê você de longe, e vem ao seu encontro (Mc 11:13), esperando que você tenha frutos agradáveis à sua vontade.

(JBGJ)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...